Acompanhe o JB por e-mail

segunda-feira, 27 de março de 2017

Escrever à mão pode virar coisa do passado

SABE ESCREVER COM LÁPIS E CANETA?
Em um futuro mais próximo do que a gente imagina, essa cena pode ficar somente na história. Já pensou a hora que ninguém mais souber escrever à mão?! Muita gente vê a tecnologia como uma ameaça real à caligrafia e até à ortografia. O pessoal está digitando demais e escrevendo cada vez menos.
Um estudo feito pelas universidades de Wake Forest e de Penn State, nos Estados Unidos, mostrou que os erros de ortografia estão crescendo bastante entre os jovens nos últimos anos; 11% dos entrevistados admitiram que o “jeito de falar” na internet já prejudica a escrita formal.

A partir deste ano, os alunos da Finlândia do ensino primário não vão mais ser obrigados a aprender caligrafia. Com uma proposta que se diz moderna, o governo finlandês vai ensinar os pequenos a datilografar antes. A Finlândia não está sozinha nesse barco; muitas escolas de ensino fundamental dos Estados Unidos já abriram a discussão para também abolir a escrita à mão nos primeiros anos da educação. Será que é uma boa ideia?!
Obviamente, a ideia de abandonar a aprendizagem da caligrafia divide opiniões – a maioria é contrária à ideia.

Há pouco mais de um ano, o Dercy está ensinando o Virgílio a escrever à mão de novo. Do alto dos seus quase 40 anos, sua letra sempre foi um verdadeiro garrancho. Agora, formado em direito, ele pretende prestar alguns concursos públicos e, além da boa redação, esses exames também exigem uma boa caligrafia. Cá entre nós, saber escrever à mão é uma habilidade que, na nossa opinião, não deveria ser perdida.

E você? Concorda que escrever e digitar não são a mesma coisa? Abandonar a caligrafia é ou não uma boa ideia? Compartilhe sua opinião! (Fonte: Olhar Digital)

***
Ir para o Jornal DeBolso

Contra a PEC 287...

MANIFESTAÇÃO EM REALEZA
FECHA RODOVIAS
Motoristas que trafegavam por ali aderiram
Para o Governo Federal, que alega déficit na Previdência Social, a reforma seria para conter o déficit previdenciário. O PEC de nº 287 já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara mas, como é uma mudança na Constituição, faz-se necessário a criação de uma comissão especial para discutir o tema e dar sequência no projeto.
Por tudo isso, cerca de 300 pessoas entre Sindicato Único dos Trabalhadores
em Educação (Sind-UTE), professores de Durandé, Martins Soares, Alto Jequitibá, Manhumirim, Manhuaçu, Realeza, Matipó e  São João do Manhuaçu realizaram um movimento para se manifestarem e chamar a atenção do povo sobre a proposta de Reforma da Previdência, cuja Proposta de Emenda à Constituição de nº PEC 287/2016, entre às 8 e 10h30 da manhã desta
segunda-feira, dia 27 de março.
Grande parte dos caminhoneiros que transitavam pela rodovia aderiam ao movimento durante o ato e fizeram um buzinaço em apoio e a movimentação
só não durou até o meio dia porque a chuva que caía dificultou mas, mesmo assim, segundo os organizadores, o recado foi dado. 
Os manifestantes usaram cartazes e faixas para esclarecer para a sociedade o que pode mudar,
caso a PEC seja aprovada.
Para evitar longas filas de engarrafamento, a interdição da pista era feita por algum tempo, depois liberada por minutos e isso foi repetido durante o movimento e os motoristas recebiam panfletos orientadores e explicativos a respeito do objetivo do movimento de ser, entre outras mudanças propostas pelo governo federal, contra alterações como a criação da idade mínima de 65 anos para aposentadoria de homens e mulheres e a contribuição por 49 anos...
Toda a movimentação foi acompanhada de perto por policiais da PRF (Polícia Rodoviária Federal) e nmão houve qualquer tipo de desordem, vandalismo ou violência. Tudo correu na paz e tranquilidade...

Veja mais fotos da movimentação

















***

Ciro Gomes disse, em vídeo, que receberá Moro "na bala"

“Se Moro tentar me prender, 
receberei a turma dele na bala”! 

Ciro Gomes que já foi candidato à presidência do Brasil, foi ministro da Integração Nacional no governo Lula, diz que é pré-candidato a presidente para as eleições de 2018, mostrou o que é de verdade ao gravar um vídeo e colocar nas redes sociais, na terça-feira, dia 21 de março.
No vídeo Ciro Gomes desafia o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, a prendê-lo, e diz que, se isso vier a acontecer, ele vai receber toda a “turma” de Sérgio Moro “na bala”!

A declaração foi gravada em vídeo no dia em que a Polícia Federal cumpriu, em São Paulo, mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva contra o blogueiro Eduardo Guimarães, que edita o site Blog da Cidadania, e Ciro Gomes não perdeu a oportunidade de destilar o seu veneno e voltar ao século 19, tipo nos tempos do faroeste americano quando quem tinha poder de fogo nas mãos mandava e desmandava por onde passasse, inclusive intimidando as autoridades da época.

Ciro, que é membro do PDT, disse no vídeo: “Hoje esse Moro resolveu prender um blogueiro. Ele que mande me prender, eu recebo a turma dele na bala”. O ex-ministro faz críticas constantes à atuação de Moro. No ano passado sugeriu que, caso o ex-presidente Lula seja preso no âmbito da Operação Lava-Jato, ele poderia “sequestrar” o petista e levá-lo a uma embaixada com pedido de asilo para que ele possa se defender “de forma plena e isenta”.

Ao jornal O Globo, na ocasião, Ciro disse: “Pensei: se a gente formar um grupo de juristas, a gente pode pegar o Lula e entregar numa embaixada. À luz de uma prisão arbitrária, um ato de solidariedade particular pode ir até esse limite. Proteger uma pessoa de uma ilegalidade é um direito”, disse.

O “Blog da Cidadania” tem Guimarães como único colaborador e traz notícias próprias, notícias de outros sites e análises do autor sobre política, com viés de esquerda, publicadas desde 2010. O portal se identifica como integrante do “Movimento dos Sem-Mídia”. Guimarães foi candidato a vereador pelo PCdoB, em São Paulo, em 2016, mas não se elegeu.

Na nota divulgada no dia das buscas, a assessoria da Justiça Federal escreveu considerar o blog “veículo de propaganda política”. Mencionou que em seu cadastro no TSE, Guimarães se identificou como comerciante. (Com informações do Valor Econômico)

Ir para o Jornal DeBolso